Comedouros e Bebedouros

A maioria das pessoas compra vasilhas para √°gua e comida do pet da mesma forma com que escolhe caminhas, coleiras e outros acess√≥rios: pela apar√™ncia, cores, marca. Mas voc√™ sabia que um inocente comedouro de pl√°stico pode levar seu c√£o ou gato a intoxica√ß√Ķes e alergias? Apesar de pouco orientada por veterin√°rios, a escolha das vasilhas merece aten√ß√£o. Mas com tanta variedade no mercado, como saber os riscos e vantagens de cada material? Confira abaixo as nossas dicas.

Pl√°stico

Pre√ßo e beleza s√£o o forte das tigelas de pl√°stico, mas elas definitivamente n√£o s√£o uma boa op√ß√£o. Estudos mostram que o pl√°stico tende a se dissolver na presen√ßa de √°gua e outros l√≠quidos, o que resulta em ingest√£o cont√≠nua de petroqu√≠micos. Al√©m disso, filhotes freq√ľentemente roem e engolem peda√ßos do comedouro pl√°stico e podem sofrer s√©rias obstru√ß√Ķes e perfura√ß√Ķes gastrointestinais. A desinfec√ß√£o do comedouro ou bebedouro de pl√°stico √© particularmente complicada. Se aquecido no microondas ou lavado com √°gua fervente – duas formas comuns de se matar bact√©rias ‚Äď o recipiente pl√°stico libera o BPA (Bisfenol A) um composto org√Ęnico associado ao diabetes, c√Ęncer de mama, baixa contagem esperm√°tica e doen√ßas cr√īnicas. Leia esse artigo cient√≠fico para saber mais ‚Äď isso vale tamb√©m para os humanos!

Microorganismos adoram se infiltrar nas ranhuras do fundo da tigela de plástico. Com o contato regular do animal com essas bactérias, podem aparecer falhas no pêlo e dermatites na região do focinho e da boca. Os gatos pode desenvolver um tipo de acne, caracterizada pela presença de pontinhos pretos ou purulentos no queixo. Por essas e outras, fuja dos comedouros e bebedouros de plástico!

Alumínio

Tigelas de alum√≠nio s√£o bonitas, costumam ser baratas e s√£o mais f√°ceis de limpar do que as de pl√°stico. Mas s√£o igualmente destrut√≠veis e liberam uma certa quantidade de alum√≠nio na ra√ß√£o ou √°gua, o que pode causar algum malef√≠cio para a sa√ļde do pet a longo prazo. Se tiver marcas de mordidas ou estiver desgastada a vasilha rapidamente vira esconderijo de bact√©rias e precisar√° ser trocada.

Cer√Ęmica

Vasilhas de cer√Ęmica s√£o boas op√ß√Ķes. Mant√™m a √°gua fresquinha e n√£o s√£o atraentes para filhotes e adultos mordedores. Se optar por uma vasilha de cer√Ęmica n√£o polida lembre-se de desinfet√°-la diariamente para evitar prolifera√ß√£o bacteriana nos poros. Despeje √°gua fervente e lave bem com detergente, ou aque√ßa a vasilha no microondas por uns tr√™s minutos para matar os microorganismos. Cer√Ęmicas polidas e pintadas n√£o oferecem cantinhos para as bact√©rias se esconderem e s√£o bem f√°ceis de higienizar. Por outro lado, o chumbo presente na tinta ou verniz pode causar intoxica√ß√£o. Para saber mais sobre os efeitos prejudiciais do chumbo e como evit√°-los, leia essa mat√©ria.

Inox (ou aço inoxidável)

Essa √© uma das melhores op√ß√Ķes. Vasilhas de inox s√£o bonitas, super dur√°veis, resistem a mordidas e s√£o bastante f√°ceis de lavar e desinfetar. O fato de n√£o terem poros dificulta a vida das bact√©rias e evita problemas de pele e contamina√ß√Ķes. Para desinfetar e deix√°-la brilhando, n√£o precisa mais do que √°gua quente e detergente.

Vidro

Vasilhas de vidro, juntamente com as de a√ßo inoxid√°vel, est√£o entre as mais higi√™nicas. N√£o t√™m poros, s√£o elegantes e de f√°cil desinfec√ß√£o (utilize o microondas, √°gua quente e detergente). Pode ser mais barata que a de inox, mas requer algum tipo de suporte ou base antiderrapante para evitar que se quebre durante as refei√ß√Ķes. √Č uma op√ß√£o interessante para gatos. O chato √© que tigelas de vidro especialmente para pets podem ser meio dif√≠ceis de encontrar.

Outras dicas
Alguns c√£es t√™m o h√°bito de comer encerando o ch√£o com a vasilha. Para evitar isso ‚Äď e essa dica vale para qualquer tipo de comedouro ‚Äď sempre utilize vasilhas de tamanho confortavelmente proporcional ao di√Ęmetro da boca aberta do seu pet e prefira os recipientes mais pesados ou com antiderrapantes.

Algu√©m j√° viu vasilhas de c√£es sendo flambadas? A dica √© da criadora de Bulldogs Franceses, Camilli Chamone, do canil Ville Chamonix e pode ser utilizada para esterilizar recipientes de cer√Ęmica, alum√≠nio, vidro ou inox.

Elevar ou n√£o o prato?

Sempre me disseram que c√£es de porte grande e gigante devem ser alimentados com vasilhas elevadas por suportes ‚Äď medida que, segundo dizem, reduz as chances de ocorrer a temida S√≠ndrome Dilata√ß√£o Tor√ß√£o G√°strica, fatal em grande parte dos casos. Comedouros elevados teoricamente evitam que os cachorr√Ķes engulam ar enquanto se alimentam, que √© um dos fatores que levam √† essa condi√ß√£o. Contrariando esse consenso, um recente e extenso estudo sobre a tor√ß√£o g√°strica, realizado pela Purdue University, nos Estados Unidos, revelou o contr√°rio: a alimenta√ß√£o em vasilhas elevadas √© um fator que aumenta o risco de tor√ß√£o em 110%! E que ‚Äúaproximadamente 20% a 50% dos casos de c√£es que sofreram tor√ß√£o s√£o atribu√≠veis ao comedouro elevado.‚ÄĚ

Os motivos por trás dessa polêmica descoberta ainda são relativamente desconhecidos e a validade desse estudo tem sido debatida em fóruns cinófilos.

Bom apetite e uma lambida do Cachorro Verde!

Publicado em 23 de setembro de 2008 por Sylvia Angélico