OLYMPUS DIGITAL CAMERACrédito: http://www.groomingangel.com/

Todo mundo já viu um cão branquinho – Poodle, Westie, Maltês, Bulldog – com feias marcas de coloração marrom escura embaixo dos olhos. O nome oficial dessa alteração é cromodacriorréia, mais popularmente conhecida como “lágrima ácida”. O que pouca gente sabe é que na maioria das vezes as manchas nada tem ver com o pH da lágrima.

Alguns desses cães nunca tiveram essas manchas na vida e começam a apresentá-las justo quando passam a receber Alimentação Natural (AN) caseira crua ou cozida. Mas, antes que você desista de dar AN ao seu cão branquinho, deixe-me dizer que já vi cães apresentarem essas manchas com ração e deixarem de tê-las ao passarem à AN. A coisa não é tão previsível assim.

O surgimento da tal cromodacriorréia pode estar relacionado a diversos fatores. Os principais, a meu ver, são esses:

  • Alterações nos olhos: anomalias na morfologia e posicionamento dos cílios, produção excessiva de lágrimas, obstrução dos canais de drenagem das lágrimas e até conjuntivite.
  • Particularidades do metabolismo do animal.
  • Alergia a algum item da dieta, ou mudanças na composição da lágrima motivadas pela dieta.
  • Reação ao tipo de água que o pet bebe. Prefira água filtrada ou água mineral de pH alcalino (consulte essa informação no rótulo; pH acima de 7.5 é melhor) à água de torneira.

Assim sendo, a primeira coisa que você deve fazer se seu cão apresentar essas lágrimas é levá-lo ao veterinário oftalmologista (pode ser um clínico com experiência em olhos). Se o problema estiver nos olhos, há procedimentos para corrigi-lo.

Mas se o veterinário não encontrar nada de errado com os olhos do seu peludo, não se preocupe. Em grande parte dos casos de manchas não relacionadas a alterações oftalmológicas, é possível reverter ou minimizar esse escurecimento. Experimente fazer alguns ajustes na dieta caseira e no manejo dele:

  • troque carne desossada de frango, moela e fígado de frango por peças de outras espécies, como boi, peru, peixe ou porco.
  • inclua vegetais ricos em potássio na porção de legumes da dieta: batata-doce cozida, banana, um pouco de abacate (não exagere para não soltar o intestino) ou lentilha bem cozida na porção de carboidratos.
  • limpe 2x ao dia em volta dos olhos, ao redor da boca dele – e onde mais estiver manchado – com uma solução à base de própolis, babosa, vinagre de maçã ou outro agente natural com ação bactericida e fungicida.

Feitas as mudanças, aguarde algumas semanas e verifique se estão nascendo pelos branquinhos onde antes estava manchado. Se não estiver adiantando pode ser indicado mudar o modelo de dieta para uma alimentação menos protéica, sem vísceras e totalmente sem frango (minha experiência me diz que em muitos casos o problema está relacionado ao consumo de frango).

Se seu pet é adepto da AN crua, experimente passá-lo para uma AN cozida totalmente sem frango, adotando a seguinte formulação: 25% carnes desossadas (nada de frango), sem vísceras, 40% carboidratos e 35% vegetais, e observe os resultados. Se ele já estiver recebendo AN cozida, simplesmente adote a formulação citada na frase anterior e omita o frango e a porção de vísceras.

Mas lembre-se: se não estiver relacionado a anomalias dos próprios olhos, o problema das manchas por lágrimas costuma ser puramente estético. Se as manchas não são extensas e o pet e você estão satisfeitos com a AN avalie objetivamente se vale a pena trocar o modelo de dieta.

Fique por dentro!

Fique por dentro!

Inscreva-se na nossa newsletter para receber nossas novidades por email.

You have Successfully Subscribed!